Em clima de união, UGT-PARANÁ realiza Plenária Estadual.

A UGT-PARANÁ realizou nos dias 19 e 20 de julho, na colônia de férias da Federação dos Comerciários do Estado do Paraná, em Guaratuba, litoral do Estado do Paraná, a sua plenária estadual que teve como tema: “Ações Políticas e Sindicais da UGT”. O evento contou com a presença de mais de 250 dirigentes dos mais de 180 sindicatos e entidades filiadas à UGT em nosso estado. Com a participação efetiva dos dirigentes, no dia 19 (quinta-feira), aconteceram as palestras: “Plano Nacional de Segurança no Trabalho”, cujo palestrante foi o chefe da Fundacentro/PR, Adir de Souza; “Fator Previdenciário, Contribuição Sindical e Assistencial e o Papel do Sistema S”, ministrado pelo assessor parlamentar do DIAP – Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, André Luis dos Santos, tendo como mediador o secretário Nacional de Assuntos Institucionais da UGT, Miguel Salaberry Filho; “Participação Política dos Dirigentes Sindicais da UGT nas Eleições de 2012”, abordado pelo companheiro Gladir Basso – presidente da Federação dos Bancários no Estado do Paraná (filiada à UGT) e membro da direção estadual e nacional da UGT; “Sistema Homolognet e Ponto Eletrônico”, apresentado pelo Dr. Luiz Fernando Busnardo – chefe do Setor de Relações do Trabalho e superintendente substituto da Superintendência Regional do Trabalho/PR. No dia 20 (sexta-feira), as palestras trataram dos seguintes temas: “Aplicação Contábil da Contribuição Sindical em consonância com a orientação normativa do MTE”, tendo como palestrante o secretário Nacional de Finanças da UGT, companheiro Moacyr Pereira; “O papel do Ministério Público do Trabalho junto às entidades sindicais”, apresentado pelo Dr. Ricardo Bruel da Silveira – procurador-chefe da Procuradoria Regional do Trabalho/PR; “A Mulher nos Espaços de Poder”, cuja palestrante foi a vereadora de Curitiba, Maria Goretti Lopes (PSDB) e por fim a “Unicidade x Pluralidade Sindical e o Custeio das Entidades Sindicais”, que teve como palestrante o advogado especialista em direito sindical e previdenciário, Dr. Joélcio Flavio Niels. Ao saudar todos os participantes, o companheiro Vicente Silva, presidente da Federação dos Comerciários no Paraná (filiada à UGT) e membro da direção estadual e nacional da UGT, falou da importância da plenária e do trabalho que a UGT vem fazendo em todos os níveis em prol dos filiados e dos trabalhadores. “Para nós, comerciários, é importante que a central debata e procure soluções para os problemas que as entidades estão passando, dentre as quais a falta de regulamentação da contribuição assistencial”. A mesma opinião foi compartilhada durante o evento pelo vice-presidente da UGT-PARANÁ e presidente do SINTRACOOSUL – Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas da Região Sul do Paraná, (filiada à UGT), companheiro Joel Martins Ribeiro. “A UGT mostra que realmente é uma central preocupada com a base, que são os sindicatos filiados. Essa plenária mostra a força e a união que é a UGT-PARANÁ”, disse Joel. Outra inovação nos eventos da UGT-PARANÁ foi a discussão sobre a participação efetiva das mulheres, cuja secretária é a sindicalista Elizabeth Madrona. “Esse foi o nosso primeiro passo para consolidar as políticas de formação e inserção das mulheres nas instâncias de poder”, lembrou Madrona. A participação dos sindicatos dos servidores públicos mereceu destaque, tanto da direção da UGT, quanto do presidente da FESMEPAR-Federaçãos dos Sindicatos de Servidores Públicos Municipais do Estado do Paraná, (filiada à UGT), companheiro Luis Carlos Silva de Oliveira. “Agradeço mais uma vez aos vários dirigentes de sindicatos de servidores públicos que prestigiam e participam ativamente das atividades promovidas pela FESMEPAR em parceria com a UGT”, frisou Luis. Os membros da direção executiva nacional da UGT, Miguel Salaberry Filho – secretário de assuntos institucionais e Moacyr Pereira – secretário nacional de finanças, fizeram questão de parabenizar o trabalho que a UGT-PARANÁ vem realizando no estado. “A UGT-PARANÁ, liderada pelo companheiro Paulo Rossi, dá mostras de como inovar, agregar e fazer um sindicalismo de verdade e servindo de exemplo para os demais estados”, disse Salaberry. Já o companheiro Moacyr Pereira, que fez uma excelente explanação sobre a aplicação contábil da contribuição sindical, dirimindo várias dúvidas dos dirigentes falou  do papel que a UGT-PARANÁ faz em prol da UGT. “Essa União de todos os filiados e de representantes de todos os segmentos de trabalhadores que compõe a direção da UGT, mostra que, quando as diferenças são deixadas de lado, quem ganha com isso são os trabalhadores. Prova disso, é o crescimento da UGT-PARANÁ e que contribuiu muito para que a UGT se torna-se a central sindical que mais cresceu em nosso país no ano de 2011”, ressaltou Moacyr. Para o presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, mais uma vez a central mostrou que além de ser a maior no Estado, é vanguarda nas discussões de temas que envolvem os interesses dos filiados. “Ao contrário do que os nossos adversários que estão perdendo filiados dizem, a UGT defende sim a unicidade sindical, o fim do fator previdenciário, e é a favor da contribuição sindical e da assistencial, pois essas formas de custeio é que possibilitam às entidades prestarem serviços de qualidade aos trabalhadores e isso nós podemos comprovar aqui nessas belas instalações dos companheiros comerciários.  Se não existisse a contribuição sindical, com certeza absoluta, os comerciários de todo o estado não teriam direito ao lazer”. Ao final do seu discurso Rossi fez questão de agradecer a confiança de todos os dirigentes que têm participado ativamente e contribuído no crescimento da central. “A UGT-PARANÁ mostra que a nossa força é a União”, concluiu Paulo Rossi. Ao final do evento a UGT ganhou mais quatro sindicatos que filiaram-se à central: Sindicato dos Trabalhadores na Saúde de Cascavel, Sindicato das Trabalhadoras Domésticas de Curitiba e Região, Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Mamborê e Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Iporã. Fonte: UGT-PARANÁ; http://www.ugtparana.org.br/ A participação dos trabalhadores no Congresso Nacional, Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais foi destaque na palestra do assessor parlamentar do DIAP, André Luis dos Santos (ao lado do presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi e os companheiros que o auxiliaram na mesa dos trabalhos MIguel Salaberry, da direção Nacional da UGT,  o presidente do SINTRACOOSUL Joel  Martins e o presidente do SINCOMAR, Leocides Fornazza)