Bancários iniciam greve nesta terça-feira; veja alternativas para pagar suas contas

Bancários de todo o País iniciam nesta terça-feira (6) uma greve por tempo indeterminado para pressionar o sindicato patronal na campanha salarial unificada, em que os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 14,78% - ou 5% de aumento se descontada a inflação. 

O início do movimento foi confirmado no fim da tarde desta segunda-feira pela sindicato da categoria. 

Após cinco rodadas de negociação, iniciadas no mês passado, as partes seguem sem acordo em relação ao reajuste salarial. A proposta da bancada patronal é de um aumento, em termos nominais, de 6,5% - 2,8 pontos abaixo da inflação -, além de abono de R$ 3 mil.

Fora o reajuste próximo a 15%, o sindicato dos bancários pede o pagamento de três salários mais R$ 8,3 mil em participação nos lucros e resultados, bem como a fixação do piso salarial em R$ 3,94 mil.

Nos municípios do litoral paranaense, a decisão foi de que a greve ocorrerá a partir de quinta-feira, 8. Os trabalhadores reivindicam reajuste salarial de 5%, além da reposição da inflação no período (INPC), que é de 9,57%.

A orientação é para que os clientes se preparem, antecipando pagamentos, transferências e demais serviços que precisam ser realizados, exclusivamente, no interior do banco, para evitar transtornos.

O prazo para o fim da greve não foi estipulado

 

Contas

Apesar dos transtornos causados pela paralisação, o consumidor não pode protelar os pagamentos e deve procurar meios alternativos para quitar suas contas.

Segundo a Proteste, órgão de defesa do consumidor, os clientes que não têm cartão para usar o caixa eletrônico podem recorrer às agências lotéricas e até lojas de departamento que recebem o pagamento de diversas contas. Para o cliente que precisa sacar dinheiro na boca do caixa, é preciso entrar em contato por telefone com o banco e solicitar uma alternativa. Já quem movimenta a conta pela internet ou nos caixas eletrônicos não deve ser afetado pela paralisação.

Aposentados e pensionistas do INSS poderão retirar, como de costume, o dinheiro nos caixas eletrônicos. Entretanto, os aposentados e pensionistas que recebem pela Caixa só poderão retirar o benefício nas casas lotéricas.

Segundo a Proteste, o serviço de compensação bancária é considerado atividade essencial pela legislação brasileira e não pode sofrer qualquer paralisação. Portanto, cheques e DOCs devem ter a compensação nos prazos normais estipulados pelo Banco Central.

No caso de pagamento de condomínio por boleto bancário, aqueles que não conseguirem fazer o pagamento por meios eletrônicos devem entrar em contato com a empresa administradora ou com o próprio síndico para que estes recebam o valor devido.