Paraná tem oito cidades entre as 100 maiores economias do país

O Paraná tem oito cidades entre as 100 maiores economias municipais do país. Segundo pesquisa publicada nesta quarta-feira (14) pelo IBGE, Curitiba é a quinta maior economia do país, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. O PIB curitibano somou R$ 78,8 bilhões em 2014 e representou 1,37% de toda a riqueza produzida no país naquele ano.

São Paulo continua a cidade que tem maior peso no PIB nacional. Ela gerou R$ 628 bilhões em 2014, representando 10,87% do total nacional. Em seguida, vem o Rio de Janeiro, com um peso de 5,19% no PIB (e uma geração de riqueza de R$ 299 bilhões).

No Paraná, o segundo maior PIB é o de São José dos Pinhais, com R$ 23 bilhões e um peso de 0,4% na produção nacional. A cidade da região metropolitana de Curitiba está na 32ª colocação no ranking nacional.

Em seguida, vêm Londrina (PIB de R$ 15,8 bilhões e 50ª colocada no ranking), Maringá ( R$ 14 bilhões e 59ª colocada), Ponta Grossa (R$ 11,5 bilhões e 72ª colocada), Cascavel (R$ 9,2 bilhões e 90ª colocada), Foz do Iguaçu (R$ 8,7 bilhões e 97ª colocada) e Araucária (R$ 8,5 bilhões e 98ª colocada).

O IBGE observa que houve um movimento de desconcentração econômica no Paraná nos últimos anos. Em 2010, as cidades com os dez valores mais elevados de PIB representavam 57,7% do total de riquezas geradas no estado. Em 2014, essa participação caiu para 52,2%. O instituto destaca particularmente a queda de participação de Araucária, que tinha 4% do PIB estadual em 2010 e 2,5% em 2015 – a retração acompanhou a perda de peso da indústria de refino de petróleo por causa da queda nos preços dos produtos petrolíferos.