Deputados Estaduais ganham 15 salários por ano.

A Assembleia Legislativa e a Câmara de Curitiba estão encerrando o ano de 2011 com más notícias para o bolso dos contribuintes paranaenses. Na Assembleia, um benefício que já existe há pelo menos 16 anos nunca foi divulgado e acabou “vazando” por acaso para a imprensa. Os deputados estaduais acabaram admitindo que, embora o fato nunca tenha vindo a público, recebem 14.º e 15.º salários. Assim como diversos outros atos do Legislativo paranaense, os dois pagamentos eram feitos em sigilo, até em razão da falta de transparência na Casa. Os salários extras equivalem à convocação, no início do período legislativo, e à desconvocação dos parlamentares, ao fim do ano de trabalho. Questionado sobre a despesa, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Valdir Rossoni (PSDB), diz que herdou a situação de seus antecessores, mas afirma que não há nada de errado com o pagamento, que também é realizado pelo Congresso Nacional. Na capital, os vereadores preparam a votação de um projeto que aumenta os subsídios da próxima legislatura em 28%. O salário atual, de R$ 10,4 mil, saltaria em 2013 para R$ 13,5 mil. A discussão sobre a proposta ocorre às pressas, antes que o ano legislativo acabe, na próxima quinta-feira. Além disso, os vereadores também discutem a possibilidade de criar um décimo terceiro salário para eles mesmos. Nos dois casos, os beneficiados seriam os parlamentares eleitos pelos curitibanos em outubro do ano que vem. A bancada de oposição afirma que vai se posicionar contra as novas despesas da Câmara. Abaixo, mais detalhes sobre as duas situações: Assembleia paga 14.º e 15.º salários para deputados estaduais Os deputados estaduais do Paraná irão receber nesta semana, a última de trabalho antes do recesso parlamentar, o 14.° salário de 2011. No final de janeiro, uma semana antes de se reiniciarem os trabalhos legislativos, eles receberão o 15.° salário. O benefício não tem previsão na Constituição Estadual do Paraná, porém é pago por “tradição” aos deputados estaduais. Isso porque o modelo de remuneração adotado pela Assembleia Legislativa é o mesmo do Con­­­gresso Nacional, que também paga 15 salários anuais para cada deputado federal e senador. Vereadores querem subsídio de R$ 13,5 mil a partir de 2013 Os vereadores de Curitiba pretendem aumentar o seu subsídio a partir de 2013. Um projeto que tramita na Câmara e será votado na próxima quinta-feira fixa o subsídio dos parlamentares em R$ 13,5 mil – um aumento de 28% para o salário vigente, que é de R$ 10,4 mil. De acordo com o presidente em exercício da Câmara, Sabino Picolo (DEM), o valor foi baseado nos vencimentos dos secretários municipais, que estará nesse patamar em 2013. Apesar do aumento, o presidente da Casa terá seu salário cortado para R$ 17,5 mil. Fonte: Site; Jornal Gazeta do Povo, (13/12/2011).