FENATRACOOP filia mais 18 sindicatos à UGT.

A FENATRACOOP – Federação Nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas filiou 18 sindicatos à UGT no último dia 27 de setembro. O evento aconteceu na sede própria da FENATRACOOP em Brasília, durante assembleia realizada com dirigentes de vários estados e contou com a presença de diversos membros da executiva nacional da UGT, dentre as quais o deputado federal Roberto Santiago (PV-SP) que também representou o presidente nacional da UGT, Ricardo Patah, do vice-presidente nacional da UGT companheiro Enilson Simões de Moura (Alemão), do secretário de Relações Institucionais Miguel Salaberry Filho, do secretário de Formação Política e presidente da UGT-PARANÁ, Paulo Rossi, do secretário de Assuntos Culturais, Jorge Leonel de Souza, do secretário adjunto de Assuntos Jurídicos, Feliciano Moreira, do secretário nacional dos Trabalhadores Celetistas em Cooperativas e presidente da FENATRACOOP, Mauri Viana Pereira, além dos membros da secretaria, companheiros Joel Martins Ribeiro e José Altair Constantino. Mauri Viana ressaltou que a FENATRACOOP representa hoje quase 300 mil trabalhadores que possuem registro em carteira de trabalho e que a categoria precisa estar numa central combativa e com projetos para todo o país. “Saímos da CGTB sem mágoas, porém, não podíamos continuar num projeto dividido em que as vaidades pessoais estavam acima dos interesses da classe trabalhadora. A UGT em apenas quatro anos de existência mostrou a que veio”. Mauri Viana lembrou ainda que a antiga SDS – Social Democracia Sindical, central sindical que uniu-se à CGT e CAT, dando origem à UGT, iniciou sua criação numa reunião realizada no ano de 1996 na sede do SINTRASCOOP na cidade de Campo Mourão, região noroeste do Paraná. O vice-presidente nacional da UGT, Enilson Simões de Moura, o Alemão, parabenizou o companheiro Mauri Viana pelo espírito empreendedor, pois atualmente a FENATRACOOP se estruturou em quase todos os estados da federação. “Fico emocionado ao ver que um projeto que vi nascer no interior do Paraná, virou um marco em todo o nosso Brasil”, disse Alemão. O deputado federal e vice-presidente nacional da UGT, Roberto Santiago fez questão de agradecer em nome de toda a direção nacional a filiação da FENATRACOOP e de todos os sindicatos. Santiago fez um breve relato de sua atuação parlamentar e colocou o gabinete à disposição da FENATRACOOP e de todos os filiados. Para Paulo Rossi, presidente da UGT-PARANÁ, a filiação da FENATRACOOP  e dos sindicatos será de fundamental importância na consolidação e ampliação da UGT em todos os estados. “O Brasil é uma referência agrícola, principalmente em nosso estado, e me sinto realizado ao ver esses companheiros somando esforços no sentido de obtermos melhores condições de vida e dignidade aos trabalhadores”, concluiu Rossi. O presidente nacional da UGT, companheiro Ricardo Patah fez questão de encaminhar uma correspondência aos dirigentes da FENATRACOOP e dos sindicatos filiados, agradecendo o voto de confiança e colocando a estrutura da UGT à serviço das entidades. “Contem conosco no quer for preciso, pois tenho a convicção de que o trabalho de vocês fará a UGT crescer ainda mais nesses próximos anos. Sejam sempre bem-vindos!”, disse Patah.No ato, filiaram-se à UGT sindicatos dos trabalhadores celetistas em cooperativas dos seguintes estados: São Paulo, Alagoas, Espírito Santo, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul,  Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Goiás. Fonte: Site; UGT-PR.